Educação | Com Portal do MS | 19/09/2019 14h00

Homenagens marcam celebração dos 25 anos de criação da UEMS

Compartilhe:

A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) comemorou seus 25 anos de criação com sessão solene realizada na note desta quarta-feira (18.9) em Campo Grande. Representando o governador Reinaldo Azambuja, o secretário especial de Governo, Carlos Alberto de Assis, destacou a importância da instituição para o desenvolvimento do Estado. “Só pela educação se transforma uma cidade, um Estado e um País. Nossa UEMS nasceu modesta, com 18 cursos e 800 alunos. Hoje são 10 mil alunos matriculados em 60 cursos de graduação, 14 mestrados e dois doutorados. A UEMS formou nesse período vinte mil alunos que estão ajudando no desenvolvimento do Estado”, completou.

Durante a sessão, governador Reinaldo Azambuja foi homenageado pela UEMS, por ter colocado a Universidade como uma de suas prioridades durante a gestão, contribuindo para o seu crescimento. O prédio da UEMS em Campo Grande foi a primeira construção entregue pelo programa “Obra Inacabada Zero” em agosto de 2015, colocando fim ao drama de professores e alunos que desde 2000 ocupavam instalações cedidas por outras instituições.

Também foram homenageadas doze autoridades que contribuíram para o desenvolvimento da UEMS, incluindo o ex-governador Pedro Pedrossian, que criou a UEMS em dezembro de 1993. “Nosso eterno homem de Miranda, Pedrossian, sabia da importância da educação quando criou mais uma Universidade em Mato Grosso do Sul há 25 anos”, disse Assis.

A UEMS participou do desenvolvimento da Rota de Integração Latino Americana (RILA). Logo que aderiu ao projeto, a Universidade articulou parcerias com universidades do Paraguai, Argentina e Chile, além das instituições do Estado, criando a rede Universitária da Rota (Unirila). “A rota bioceânica é uma das novas missões da UEMS. Preparar novos profissionais para esse marco que vem por aí. Mato grosso do Sul tem que estar voltado para o mundo”, enfatizou Carlos Alberto Assis.

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul completa 25 anos de história estando entre as principais instituições de Ensino Superior na região Centro-Oeste. A UEMS está presente em 22 municípios. Também possui 11 centros de pesquisa, ensino e extensão. Em 2018, a Universidade atendeu direta e indiretamente 1 milhão de pessoas em 163 projetos, com o envolvimento de 1,2 mil colaboradores, entre docentes, discentes e técnicos administrativos.

A UEMS foi a primeira universidade brasileira a garantir inclusão de indígenas em todos os cursos de graduação, com 10% das vagas, e a terceira do País a adotar cota racial, ofertando 20% das vagas.

A sessão solene em comemoração aos 25 anos da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul foi realizada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Foi a primeira vez que a ALMS se instalou fora de sua sede oficial para uma sessão oficial.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS