Educação | Com Portal do MS | 30/07/2019 08h25

Mais de 40 projetos da REE foram apresentados na Fetec

Compartilhe:

Estudantes da Rede Estadual de Ensino (REE) foram protagonistas durante a IX Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (FETECMS), que realizada de 23 a 27 de julho, no Ginásio Moreninho, em Campo Grande. Evento teve tema central “Ciência e Inovação nas Fronteiras da Bioeconomia, da Diversidade e do Desenvolvimento Social”. A Feira fez parte da 71ª Reunião Anual da SBPC, que pela primeira vez foi realizada em Mato Grosso do Sul, no campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, e que terminou neste fim de semana.

Dos 200 projetos apresentados na FETECMS, 42 foram trabalhos realizados por estudantes da Rede Estadual de Ensino. A secretária de Estado de Educação, Cecília Motta, esteve visitando os estandes, juntamente com o reitor da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Marcelo Augusto Santos Turine e o reitor do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS), Luiz Simão Staszczak.

A programação científica foi extensa e variada para atingir diversos públicos. Uma avenida, nomeada Avenida da Ciência, repleta de conhecimento, experimentos, oficinas e palestras de institutos de pesquisa de todo o país foi instalada na Universidade.

Também foi realizada a SBPC Jovem (exposição voltada para estudantes da educação básica e público em geral), a ExpoT&C (mostra de ciência e tecnologia), a SBPC Cultural (apresentação de atividades artísticas regionais e discussões sobre temas artísticos e culturais), a SBPC Afro e Indígena (conferências e mesas-redondas que abordam essas temáticas) e no encerramento, aconteceu o Dia da Família na Ciência, em um sábado dedicado à integração entre cultura, ciência e recreação para crianças, jovens e seus familiares.

Lab-Truck

Entre os trabalhos científicos visitados, estavam o realizado pelas estudantes da Escola Estadual Ada Teixeira dos Santos Pereira, Maria Clara e Beatriz Cristina, ambas matriculadas no 2º ano do Ensino Médio. Elas apresentaram o LAB TRUCK – uma proposta de laboratório móvel para atender as escolas estaduais de Campo Grande que não possuem laboratório. “Através, das aulas de química, física e biologia, vimos a necessidade de um laboratório para aula prática, estamos buscando investidores, seriam dois professores e um motorista e os agendamentos pelo FGDE, onde os professores já fazem o agendamento das aulas”, enfatiza Beatriz Cristina.

“Nossa escola (Ada Teixeira dos Santos Pereira) começou há três anos com projetos de iniciação científica, hoje estamos expondo três trabalhos na FETECMS, é algo novo, gerou muita ansiedade, porém está sendo gratificante, uma troca de experiências incrível, situações que não sabíamos que existiam, vai nos ajudar muito no futuro, pois academicamente abrirão diversas portas”, enfatiza Maria Clara.

AstroApp

No estande 33 foi apresentado o trabalho AstroApp: o ensino da astronomia em forma de jogo, realizado pelos estudantes Ana Caroline Souza Miranda, Bernardo Gomes e Isabela Marques de Assis, da Escola Estadual Amélio de Carvalho Baís. “Este trabalho representa o que a escola trabalha conosco, a iniciação científica, sempre nos levando em feiras, nos ensinando o que é necessário e também levando orgulho de representar a nossa escola”, menciona Ana Caroline.

“O projeto AstroApp é um jogo voltado para ensino da astronomia, o público alvo são estudantes da educação infantil e ensino fundamental I, pretendemos, através deste jogo que é bastante atraente às crianças, trabalhar alguns conteúdos de astronomia, como movimento da terra, as fases da lua, pensamos na astronomia por ser uma ciência que consegue trabalhar com outras disciplinas, como química, matemática” relata Bernardo. Isabela diz que o trabalho é de extrema importância para o seu projeto de vida. “Eu amo astronomia, é uma ciência pouco divulgada e pretendo cursar, portanto está sendo importante na minha vida”, finaliza.

Leocena

Outro projeto apresentado na IX Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul foi o de “Análise do efeito alelopático de Leucaena leucocephala sobre Lactuca sativa subsp. crispa, Cecropria pachystachya e Campomanesia adamantium”, da Escola Estadual Teotônio Vilela, pesquisa premiada, onde a estudante Thailenny Dantas Rezende recebeu prêmio de Mérito Acadêmico de Ciências Moleculares, durante a 17ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), no mês de março passado.

A pesquisa credenciou Thailenny, para participar da Intel International Science and Engineering Fair (Intel ISEF), que aconteceu em Phoenix, Arizona-EUA, nos dias 12 a 17 de maio.

Os 42 projetos dos estudantes da Rede Estadual de Ensino foram das escolas de Nova Andradina, Campo Grande, Corumbá, Mundo Novo, Navirai, Nova Alvorada do Sul, Ponta Porã, Rio Brilhante, Sonora.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS