Entrevistas | Danilo Galvão | 19/05/2019 05h00

Junior Mochi é o entrevistado do MS EM DIA PREVIEW

Compartilhe:

Uma história de trinta anos na política, com mandatos de prefeito, e uma longa sequência na Assembleia Legislativa, onde encerrou o seu ciclo como presidente da Casa de Leis. Paulista de Itápolis, o entrevistado dessa edição do MS EM DIA PREVIEW foi também candidato a governador nas eleições de 2018, salvando o projeto do MDB em disputar um retorno a gestão do Executivo de Mato Grosso do Sul. No programa, Junior Mochi comenta sobre o trabalho por estruturação no Legislativo do Estado, intensificado a partir de 2015, dando a esse Poder no Estado um novo patamar de transparência, interação popular e relevância no desenvolvimento local.

Com 56 anos de idade, o advogado ainda vislumbra um retorno à política, mas não planeja isso para 2020. Fora do segundo turno, no último pleito, com apenas 11% dos votos, Mochi tem uma visão bem clara de futuro. Acha que o MDB deve valorizar o seu papel político no Estado concorrendo o máximo possível em disputas majoritárias de 2022, principalmente nas maiores cidades de Mato Grosso do Sul. Já ele tem como foco, aquilo que o fez entrar para o partido, o único de uma vida inteira: ajudar, e ser fundamental ao engajamento de companheiros.

Outra clareza do ex-deputado é que o desempenho da candidatura a governador teve muito mais a ver com a indefinição de caminhos do MDB do que com a própria história da sigla em Mato Grosso do Sul. "Lógico que se tivéssemos nos organizado antes teríamos chegado ao segundo turno e no segundo turno não perderíamos", diz.

Para conferir a entrevista acesse o vídeo:

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS