Indústria | Com Fiems | 17/07/2019 10h58

Empresários da indústria laticínia de MS conhecem novas tecnologias no Minas Láctea

Compartilhe:

Um grupo composto de 14 empresários da indústria laticínia de Mato Grosso do Sul, filiados ao Silems (Sindicato das Indústrias Laticínias de Mato Grosso do Sul), viajou para Juiz de Fora (MG) para participar do Minas Láctea. Considerada uma referência na difusão de tecnologias sobre leite e derivados e na apresentação de novos produtos, equipamentos e maquinários, a feira começou na terça-feira (16/07) e prossegue até esta quinta-feira (18/07), no Instituto Cândido Tostes e no Expominas Juiz de Fora.

Segundo o vice-presidente do Silems, Paulo Fernando Pereira Barbosa, o evento é uma oportunidade de atualizar com relação às novas tecnologias existentes no mercado. “A meu ver, a indústria laticínia de Mato Grosso do Sul ficou parada no tempo durante muitos anos e precisa se aperfeiçoar para conseguir se desenvolver e garantir sua competitividade para se manter no mercado. Uma feira como essa é muito interessante para a gente ver as novidades e o que podemos trazer para o Estado”, afirmou.

Ele acrescentou que o grupo já visitou o laticínio-escola do Instituto Cândido Tostes e que todos ficaram surpresos com os equipamentos inovadores. “Para nós de Mato Grosso do Sul, é muito importante participarmos desses eventos para trocar experiências. Temos aqui tudo que há de melhor no mercado e conseguimos ver novas perspectivas para agregar valor aos nossos produtos, como as inovações na área de embalagens, maquinários, automação, economia de energia, proteção do meio ambiente e muitos outros”, comentou.

Sobre o evento

O Minas Láctea, principal evento de difusão de tecnologias e apresentação de novos equipamentos e produtos para o setor laticinista da América Latina, teve início com atividades no Instituto de Laticínios Cândido Tostes (ILCT) e no Expominas Juiz de Fora. O evento prevê reunir mais de 12 mil pessoas entre estudantes, profissionais, empresários e demais envolvidos no segmento da indústria laticinista.

A programação do Minas Láctea 2019 é dividida em cinco eventos diferentes, sendo que no ILCT é realizada a Semana do Laticinista, que completa 70 anos edição com os principais especialistas em pesquisa e tecnologias em leite e derivados do Brasil. No mesmo espaço, é promovido o 32º Congresso Nacional de Laticínios, oportunidade de apresentação e debate de pesquisas sobre leite e derivados, além do Concurso Nacional de Produtos Lácteos, renomada premiação da indústria de laticínios do Brasil.

“Neste ano, temos um marco: a celebração dos 70 anos da Semana do Laticinista, evento que nos permitiu alcançar a patamar de respeitabilidade que temos atualmente. Este é, de fato, um ambiente laticinista voltado para os anseios de seus integrantes”, avaliou o coordenador científico do Minas Láctea, Luiz Carlos Júnior.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS