Interior | Da redação/com JPTL | 18/03/2014 10h22

Casal faz uso de garrafas pet para construir muro da casa em que vivem

Compartilhe:

Três Lagoas (MS) - Um dos assuntos mais em alta hoje em dia é "sustentabilidade", embora aindapoucos sejam adeptos. O apicultor José Carlos Araújo, o Zeca, 33 anos, e sua esposa Camila Alves Pereira, 22, são um jovem casal que faz a diferença quando o assunto é a preservação do meio ambiente. Juntos, eles construíram um muro na frente da casa em que vivem, usando apenas garrafas pet, como material principal.

No lugar do cimento, areia, cal ou pedras, Zeca e Camila, as garrafas de refrigerante, adquiriram fios de arame e toras de madeira de eucalipto, que receberam tratamento caseiro à base de óleo queimado e alcatrão. Além de muita simetria na instalação do muro, que tem aproximadamente 10 metros de comprimento, o casal, que é pai do pequeno Pedro, de seis meses, fez questão de fazer tudo com calma.

“Tive a ideia ao ver um trabalho parecido pela internet. Demoramos cerca de um ano para chegar no ponto em que está. Falta ainda a última fileira de garrafas. Fazíamos nas horas vagas e conforme encontrávamos as garrafas ou amigos e vizinhos juntavam e entregavam. A Camila estava grávida, então ajudava como podia”, explica Zeca, que revelou terem utilizado em torno de 750 garrafas pet.

Na fileira debaixo, o casal ainda se preocupou em colocar areia para evitar acúmulo de água e assim eliminar a chance do recipiente se transformar em criadouro para o mosquito transmissor da dengue.

“Como furamos a tampa e o fundo das garrafas fazendo uso de furadeira (serra-copo), fica um pequeno espaço que pode escorregar água, então achamos por bem evitar que a água da chuva ficasse acumulada”, informa o apicultor, que afirma fazer este tipo de trabalho também como hobby.

Além do muro, eles também já começam a organizar material para montar o portão da residência.

No interior da residência, mais amostras de sustentabilidade. Portas e janelas são de madeira de paletes (um estrado de madeiraque é utilizado para movimentação de cargas). Já as luminárias são garrafões de vinho, de 5 litros, com o fundo cortado.

“Eu mesmo construí minha casa, com ajuda de amigos. Tem entre três e quatro anos que vivo nela. Sempre gostei de trabalhar os ambientes fazendo uso de materiais recicláveis. Acho interessante, bonito, mais barato, sem contar na preservação do meio ambiente. Todo material da casa é reciclável. A Camila chegou para colocar o toque feminino”, elogia Zeca, que o tempo todo abraça e beija a esposa e o filho.

“Tendo boa vontade conseguimos fazer objetos e ambientes bonitos utilizando materiais recicláveis. Baste ter interesse de colocar em prática”, sugere o apicultor.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS