Justiça | Com TJMS | 02/09/2018 10h40

Carreta da Justiça tem casamento e registro tardio de seis filhos

Compartilhe:

A Carreta da Justiça continua beneficiando a vida de muitas pessoas em Mato Grosso do Sul. Desta vez, durante a passagem da unidade móvel do Tribunal de Justiça na comarca de Novo Horizonte do Sul, um trabalhador rural, de 50 anos, realizou a conversão de união e registrou seis filhos – dois já adultos. Nos cinco dias (27 a 31/08) de atendimentos 328 pessoas procuraram a Carreta.

Claudino e sua família sempre moraram na cidade de Coronel Sapucaia e ele trabalhava como trabalhador rural no Paraguai. Recentemente, uma oportunidade de emprego em uma usina de cana-de-açúcar trouxe todos para Novo Horizonte do Sul, em busca de uma vida melhor.

Ele explica que no período em que viveu na fronteira e trabalhava no Paraguai, a vida era muito dura e o dinheiro nunca sobrou para se casar e para registrar os seis filhos. “Eu não conseguia registrar meus filhos porque não éramos casados. Somos pobres, eu trabalho só para comer e para pagar o aluguel, então não sobrava. Eu fico muito feliz, porque tinha muita vontade de casar”, disse Claudino.

Todos os procedimentos realizados na Carreta da Justiça são rápidos e totalmente gratuitos e isso faz a diferença para a população que não tem acesso aos grandes centros. “A carreta vai ajudar muita gente, isso é uma benção de Deus. Eu não sei como agradecer vocês”, disse o trabalhador rural.

Nesta passagem por Novo Horizonte do Sul, a equipe da Carreta da Justiça, chefiada pelo juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, realizou 58 reconhecimentos de união estável em casamento, seis divórcios, pedidos de alimentos e DNA, além de orientações jurídicas e atendimento pela Defensoria Pública. Também foram abertas 67 ações.

Agora a Carreta da Justiça segue rumo à Japorã (17 e 18/09). Depois, será a vez de Mundo Novo (19 a 21/09), Juti (24 a 28/09), Douradina (15 a 19/10), Laguna Carapã (22 a 26/10), Vicentina (19 a 23/11) e encerrando os atendimentos em 2018, a Carreta da Justiça estará em Jateí (26 a 30/11).

Podem procurar a equipe que responde pela Carreta pessoas que necessitam de esclarecimentos a respeito de outros serviços prestados pelo Poder Judiciário, bem como agendamentos para os processos que tramitam na comarca sede.

Os serviços oferecidos tratam de assuntos criminais e cíveis, como ações de reconhecimento de união estável ou conversão em casamento, divórcio, pensão alimentícia, execução de alimentos, conversão de separação judicial em divórcio, reconhecimento de paternidade, investigação de paternidade e guarda.

A Carreta faz parte do programa Judiciário em Movimento, tem jurisdição em todo o Estado e competência para apreciar e julgar todas as ações de natureza cível, criminal e juizados especiais distribuídas durante suas jornadas, assim como atuar em mutirões processuais, inclusive em processos do Tribunal do Júri.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS