MS em Dia | Com Notícias MS | 20/09/2016 13h15

Avanço de competitividade favorece investimentos no Estado

Compartilhe:

O ranking, divulgado nesta segunda-feira (19) pelo CLP, é destaque nos principais sites, jornais e revistas da imprensa nacional e, de acordo com o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck “projeta Mato Grosso do Sul como um dos estados brasileiros com desempenho favorável e melhores condições para a atração de novos investimentos no país. Somos hoje o Estado com a maior captação de investimentos, num total de R$ 36 bilhões até 2018. Devemos, agora, utilizar esse posicionamento no ranking como vitrine para chamar a atenção e novos empreendedores. Além disso, ele reflete exatamente o primeiro ano de gestão do governador Reinaldo Azambuja”.

Dentre os pilares avaliados no ranking, o melhor posicionamento de Mato Grosso do Sul está em solidez fiscal – ficando à frente de estados como São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. “No geral, o Estado atingiu 65,1 pontos, de um total de 100 e o nosso melhor posicionamento é no pilar de solidez fiscal, com a terceira colocação no ranking. Isso demonstra o esforço que o governador Reinaldo Azambuja vem fazendo para buscar o equilíbrio da contas num cenário nacional caótico sob o ponto de vista de finanças públicas estaduais. Esse posicionamento, que dentre os pilares é o melhor, mostra que o governo procura fazer o dever de casa, cuidando da parte interna, com reforma administrativa e redução de gastos”, analisa Jaime Verruck.

De acordo com o secretário, a administração estadual já dispõe de um conjunto de projetos que podem melhorar os resultados dos pilares avaliados. “Na infraestrutura, por exemplo, o governo tem feito um esforço muito grande na questão das rodovias, da logística portuaria, hidroviária, pois entende que esse ainda é um gargalo da economia sul-mato-grossense. Podemos efetivamente melhorar nosso posicionamento com essas ações que estão sendo adotadas e de outras que não dependem da esfera estadual, como as concessões de ferrovias e rodovias”, afirma.

Outro pilar destacado por Jaime Verruck é o da sustentabilidade ambiental. “É um indicador que tem como balisador os controles de emissão de CO2. Nesse sentido o governo já anunciou os programas Estado Carbono Neutro e Terra Boa, que deverão melhorar nosso desempenho de uma maneira agressiva e substancial num curto espaço de tempo, dois ou três anos”, finalizou.

Salto no ranking

Mato Grosso do Sul é o quinto Estado mais competitivo do país de acordo com o Ranking de Competitividade dos Estados em 2016. O levantamento é realizado anualmente pelo Centro de Liderança Pública (CLP) em parceria com a Economist Intelligence Unit e a Tendências Consultoria. O estudo faz a avaliação de 65 indicadores de resultado, agrupados em dez pilares temáticos, como potencial de mercado, solidez fiscal, sustentabilidade, infraestrutura, segurança pública, dentre outros. Em relação ao ranking divulgado no ano passado, Mato Grosso do Sul avançou quatro posições, subindo do 9º para o 5º lugar.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS