Rádio Corredor | Danilo Galvão | 14/11/2015 07h09

Fica pra depois e etc

Compartilhe:

Talvez na próxima 

O ex-deputado federal, Fábio Trad, foi homenageado pela Câmara Municipal de Sidrolândia, com o título de Moção Honrosa. A mesma deferência foi dada a dois membros da Associação Conviver, por serviços prestados à terceira idade no município. A indicação para que o jurista fosse lembrado foi do vereador Nélio Paim (PR).

Relevante 

Quando era da bancada federal de Mato Grosso do Sul, Fabio Trad contemplou Sidrolândia com uma emenda parlamentar de R$ 500, que só foi cair na conta do Hospital Elmíria Silvério Barbosa neste ano. O dinheiro foi utilizado já na aquisição de equipamentos de um raio-x, que custou R$ 200 mil e uma autoclave, que também não foi barata. 

Consideração

"Pelo que ele já realizou por Sidrolândia está na nossa história. A moção foi uma forma carinhosa de demonstrarmos o nosso reconhecimento especial por um homem que deveria estar hoje no Congresso Nacional. Foi com certeza o nosso melhor representante em Brasília na última legislatura, assim como o Geraldo Resende que ajudaram o Hospital Elmíria Silvério Barbosa", afirma Nelinho. 

Fez coro

David de Moura Olindo, que além de vereador, de presidente da Câmara local é também um dos advogados mais conceituados do Mato Grosso do Sul falou sobre a mesma coisa na cerimônia de entrega de homenagens, ocorrida no Plenário Adenildo Amaral Lacerda, em 9 de novembro. "Uma Câmara dos Deputados que não tem o Fabio Trad ao meu ver é uma Casa de Leis com menor importância. A contribuição técnica dele era enorme". 

Namoro

O PT de Maracaju já tem o seu pretendente para as eleições municipais de 2016. O ex-prefeito Celso Vargas está sendo cogitado por alas do partido na cidade para se filiar e ser o nome para vencer Maurílio Azambuja no ano que vem. Ele já teve convite do PDT, mas é possível sim que ele se torne petista. A popularidade nos bairros bem que não acharia ruim.

Decano 

Quem tem dado um show de oratória no comitê do 'OAB Cada Vez Mais Forte' é o advogado Carlos Magno Couto que provavelmente será o novo conselheiro federal da seccional do Estado da OAB. Com rebuscamento e sempre o uso de referências históricas, o jurista se mostra um baluarte da advocacia do Mato Grosso do Sul. Sorte do Júlio Cesar. 

Clichê

"Falar depois do Carlos Magno é como não falar. Porque depois dele tudo fica menor, e mais difícil de ser falado", é o que todo advogado fala depois de assumir um discurso após o futuro conselheiro federal da seccional do Estado da OAB

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS