Saúde | Gabriel Neri | 29/06/2020 08h40

MS tem mais de 30 mil confirmações de dengue

Compartilhe:

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES-MS) divulgou nessa quarta-feira (24) o boletim da semana epidemiológica 25 da dengue. O Estado tem mais de 63,5 mil notificações da doença e 39 mortes até o momento. Além disso, é o segundo em incidência da dengue no Brasil com 2.884,4 casos a cada 100 mil habitantes, atrás apenas do Paraná.

MS também já confirmou 32.349 casos da doença nessas 25 semanas e todas as 79 cidades estão com incidência alta da doença.

A situação mais crítica é da cidade de Douradina, no sul do Estado, que tem a maior incidência. São 6.769,1 casos notificados por 100 mil habitantes. Além dela, outras três cidades estão com incidência superior aos 6 mil casos: São Gabriel do Oeste (6.585,5), Novo Horizonte do Sul (6.397,5) e Anaurilândia (6.076,4).

Vale ressaltar que o cálculo da incidência é feito com base no número total de notificações do local dividido pela população e multiplicado por 100 mil habitantes. Para ser caracterizado como baixa incidência, a cidade tem de apresentar menos de 100 casos a cada 100 mil habitantes. Para média incidência, de 100 a 300 casos. E para alta, situação do MS inteiro, acima de 300 casos.

Somente quatro cidades apresentam incidência de dengue abaixo dos 500 casos por 100 mil. São elas: Nioaque (488,2), Nova Andradina (457,9), Aparecida do Taboado (419,5), Selvíria (398,2) e Terenos (385,2).

A situação das cinco principais cidades do Estado também é grave. Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, apresenta a maior incidência entre elas, com 5.360,7. Depois, vem Corumbá, com 3442,4. Três Lagoas, a principal cidade do Bolsão, tem 3.076 de incidência. A Capital apresenta uma incidência de 1.672,1 casos. A última entre as principais é Dourados, a única abaixo de 1000 casos, com 927,1.

Casos confirmados

Mato Grosso do Sul tem 32.349 casos confirmados de dengue em 2020. Campo Grande concentra aproximadamente 30% dessas confirmações, são 10.065 pacientes que tiveram dengue em 2020. A segunda cidade com mais confirmações é Três Lagoas, com 2.673.

Outros quatro municípios têm mais de 1000 confirmações. Esse é o caso de Ponta Porã (1.633), Amambai (1.535), Dourados (1.125) e Corumbá (1.038).

Já as cidades com até 10 confirmações são Jaraguari (10), Aparecida do Taboado (9), Dois Irmãos do Buriti (9), Santa Rita do Pardo (6), Taquarussu (6), Corguinho (5), Selvíria (5) e Camapuã (4).

Óbitos pela doença

Até o momento, o Estado registrou 39 mortes pela dengue em 2020. Campo Grande é a cidade com mais mortes, sete ao todo. Seguida por Corumbá, com quatro, Dourados e Naviraí, ambas com três.

Nos primeiros cinco meses do ano, o período com mais mortes foi março, com 11, seguido por janeiro e fevereiro com oito cada.

Confira o mapa abaixo:

Com informações da Secretaria de Estado de Saúde

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS