Segurança Pública | Com Portal do MS | 14/05/2018 08h30

Dados da Sejusp apontam redução da criminalidade em Campo Grande

Compartilhe:

Dados divulgados pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), na sexta-feira (11.5), mostram que Mato Grosso do Sul e Campo Grande estão mais seguros neste primeiro quadrimestre de 2018, em relação ao mesmo período do ano passado.

Esse é o caso dos crimes contra o patrimônio que apresentaram uma queda de 12,7% dos roubos, principalmente em residências com 16,9%, passando de 201 em 2017 para 167 casos em 2018, dos casos ocorridos em via pública houve uma redução de 11,3%, sendo 2.997 ano passado e 2.658 de janeiro a abril deste ano. Quando falamos de ocorrências envolvendo estabelecimentos comerciais os índices tiveram redução de 9,2% e de veículos 6,8%.

Já em Campo Grande o destaque é para redução dos roubos em residências 17,6%, com registros de 91 crimes em 2017 e 75 este ano, seguido dos casos em vias públicas (-11,7%).

Apesar de fazer fronteira com dois países e enfrentar diariamente o tráfico de drogas, os crimes contra a vida também sofreram redução nestes primeiros meses, na comparação com 2017. Os homicídios dolosos, por exemplo, tiveram queda de 168 para 153 casos. Na Capital a redução é ainda maior 31,3%, com 32 mortes em 2017 e 22 em 2018. A Sejusp também registrou queda em homicídios culposos no trânsito em todo Estado (-3,4%), já em Campo Grande (-37,5%).

O titular da Sejusp, Antonio Carlos Videira, analisa que os índices são resultados do trabalho que vem sendo desenvolvido pela secretaria por meio de suas forças de segurança, com apoio do Governo do Estado que tem feito investimentos significativos nesta área. “Nós estamos trabalhando muito, e temos obtido resultados positivos que têm colocado MS em destaque nacional, mas nem por isso, podemos ficar em uma zona de conforto. Promover segurança pública é a nossa missão, outra coisa é a sensação de segurança que se faz com polícias nas ruas, com repressão e ações de prevenção. Neste caso, não tem como fazermos isso sozinhos, precisamos compartilhar essa responsabilidade com a sociedade em geral”, pontua.

Ainda conforme os dados da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública, os únicos crimes que tiveram aumento em MS foram os roubos seguidos de morte 20%, passando de 5 para 6 ocorrências, e o feminicídio com 33,3%, saindo de nove casos (no ano passado) para 12. Já em Campo Grande houve um crescimento das ocorrências de latrocínio com duas mortes registradas neste quadrimestre, juntamente com os números de furtos que aumentaram 9,3%.

Segundo o secretário Antonio Carlos Videira, esses números são acompanhados diariamente pela Superintendência de Inteligência e que norteiam as ações e operações das polícias em todos os 79 municípios do Estado, através da análise criteriosa dos crimes que mais impactam a sociedade, que são aqueles cometidos contra a vida e o patrimônio. “Temos intensificado nossas ações no combate ao tráfico drogas, principalmente o doméstico, que fomenta o aumento das ocorrências de roubos e furtos,”, explica.

De janeiro a abril em todo Mato Grosso do Sul, foram realizadas mais de quatro mil operações, que resultaram na abordagem de 187.687 pessoas e 185.019 veículos. Ao todo foram apreendidas pelas forças de segurança neste quadrimestre mais de 73 toneladas de entorpecentes.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS