Turismo | Portal MS | 13/08/2017 08h04

Ação integrada com a União vai fortalecer o turismo no Pantanal

Compartilhe:

O fortalecimento do turismo em Corumbá e região como um dos principais destinos brasileiros de natureza, aventura e pesca foi o tema do seminário “Turismo no Pantanal – Perspectivas de Desenvolvimento”, realizado em Corumbá.

O secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, representou o governador Reinaldo Azambuja no evento, que contou com a participação do ministro do Turismo, Marx Beltrão, do prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha e do diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur), Bruno Wendling, além de autoridades locais e segmentos do turismo regional.

“Foi um momento excelente de discussão sobre as potencialidades do turismo em Corumbá e toda região do Pantanal. Demos um enfoque diferenciado para a pesca esportiva e o ministro Marx Beltrão nos confirmou que foi criado um comitê específico para esse segmento. A ideia que propusemos e que o ministério apoia, é transformar Corumbá na capital brasileira da pesca esportiva”, afirmou Jaime Verruck.

O secretário entregou ao ministro um documento solicitando apoio ao Plano de Desenvolvimento Integrado de Turismo (PDIT) específico para o Pantanal.

“Nós apresentamos todo o diferencial da região. Destacamos a importância de se divulgar a rota Bonito-Pantanal, pois podemos oferecer dois produtos ao turista, algo que ainda não está acontecendo. Cabe um olhar diferente para a região, pela questão ambiental, sustentabilidade, ecossistema, questões que atualmente caminham com o turismo. E, no Pantanal, talvez tenhamos a melhor representação, no país, de boas práticas e atividades de desenvolvimento sustentável”, finalizou.

De posse o pedido, o ministro do Turismo destacou a vocação natural da região para o ecoturismo e os investimentos da Pasta em infraestrutura para alavancar a atividade com a geração de empregos e renda no Pantanal. Marx Beltrão ressaltou que já foram contratados cerca de R$ 70 milhões em projetos e obras com o governo do Mato Grosso do Sul e em torno de R$ 60 milhões em convênios diretamente com os municípios.

“O Mato Grosso do Sul é de grande importância para o turismo brasileiro e estamos dando total apoio ao Estado e municípios para o crescimento do turismo deste grande destino”, afirmou. “O papel do ministério é trabalhar para que o Turismo seja visto, de fato, como uma plataforma para a geração de empregos, de renda e de oportunidades para todos”, concluiu o ministro.

VEJA MAIS
Compartilhe:

PARCEIROS